Pegue seu café

Acomode-se onde estiver e fique bem informado.

Novidades

As tendências internacionais para o setor de imóveis

Atualmente, no mundo todo, a tecnologia vem auxiliando esse setor, oferecendo muitas ferramentas virtuais
As tendências internacionais para o setor de imóveis

O mercado imobiliário, apesar da crise, continua sendo muito importante para a economia nacional. Para atender melhor ao seu público-alvo, a corretagem de imóveis está em pleno desenvolvimento de seus serviços.

Atualmente, no mundo todo, a tecnologia vem auxiliando esse setor, oferecendo muitas ferramentas virtuais eficientes que estão transformando a maneira como são realizadas as suas demandas. Por aqui, vamos apresentar algumas delas.

1. Inteligência artificial

A inteligência artificial esta facilitando um serviço bem complexo do setor de corretagem de imóveis: encontrar a casa ideal para um cliente. O que torna difícil essa busca é a quantidade de detalhes e informações disponibilizadas aleatoriamente na internet.

Essa solução faz uma busca exata do imóvel segundo as preferências do cliente. Além disso, o consumidor recebe notificações sobre novos imóveis disponíveis em seu dispositivo eletrônico, e caso um deles seja do seu interesse, a plataforma facilita o seu contato com o corretor de imóveis.

2. Relacionamento mais próximo com o cliente

A necessidade de ter uma relação mais próxima com o consumidor fez surgirem os iBeacons (sistema de proximidade indoor via bluetooth). Por meio dessa tecnologia, a corretagem de imóveis pretende encantar seus clientes.

Essa solução tecnológica funciona assim: um consumidor está próximo a um stand de vendas de imóveis em um shopping, ele começa a receber desse local, por meio de seu smartphone, algumas ofertas personalizadas de habitações disponíveis.

Após conferir as propostas, o cliente é convidado a se dirigir ao stand e conversar com um corretor sobre as opções de produtos. Não acha uma forma incrível de estreitar o relacionamento com o público-alvo?

3. Big data

Nunca houve tantos dados disponíveis em um único lugar como na internet. Mas o que fazer com todas essas informações levou o mundo virtual a desenvolver o sistema big data.

Por meio dessa ferramenta, é possível uma empresa fazer uma busca minuciosa na internet à procura de clientes em potencial e, após segmentá-los, realizar uma campanha de marketing bem direcionada.

A imobiliária americana Zillow usa o big data para avaliar moradias para seus clientes, bem como prever o preço de futuros imóveis que serão colocados à venda.

4. Internet das coisas

Outra incrível tendência é a internet das coisas — tecnologia que conecta itens utilizados no nosso dia a dia.

Baseado nesse conceito, surgiu a tecnologia vestível (wearable), que utiliza itens que usamos em nosso corpo, como: relógio, anel, óculos etc. Essa solução agiliza o contato com o cliente, pois o celular pode estar longe dele, mas o relógio geralmente fica bem fixo em seu pulso.

Também embasado na internet das coisas, surgiram os imóveis inteligentes, nos quais, por meio de um dispositivo eletrônico, o morador pode controlar eletrodomésticos, iluminação, ar-condicionado etc. Essas moradias têm aumentado as vendas das corretoras de imóveis no mundo todo.

5. Valorização do profissional de corretagem

Os corretores de imóveis são peças fundamentais que movimentam o setor imobiliário. Por isso, estão cada vez mais valorizados por empresas que entendem a importância deles.

Para que consigam ter sucesso em seu trabalho, esses profissionais precisam de treinamento, tecnologias que facilitem as suas tarefas e reconhecimento pelo seu esforço.

Algumas instituições implantaram essas ações em seu ambiente interno, gerando um bom relacionamento com esses trabalhadores. Com isso, conseguiram reduzir o seu turnover (rotatividade), tão comum entre esses profissionais.