Dicas para corretores

4 hábitos que te impedem de vender todos os dias

Muitos profissionais usam as mesmas estratégias de décadas atrás e ainda, esperam ter resultados diferentes
4 hábitos que te impedem de vender todos os dias

Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes”. Não haveria frase mais propícia do que esta do gênio Albert Einstein para começar.

Atualmente, muitos corretores utilizam as mesmas estratégias de vendas de décadas atrás e que, ainda assim, esperam ter resultados diferentes. Ou seja, fazem sempre as mesmas coisas, atendem do mesmo jeito, cometem os mesmos erros e acabam vivendo de esperanças. Isto é, ficam esperando um cliente quente aparecer na esperança de, enfim, dar a “sorte” e vender para este cliente.

Com isso vêm as frustrações, os fracassos e aquela velha história de que o mercado está ruim, os clientes não estão comprando e tudo aquilo que você já está cansando de ouvir dos “reclamões” do mercado.

É urgente compreender que o mercado, os clientes e as relações de consumo mudaram, logo, os corretores de imóveis também precisam se atualizar para acompanharem essas mudanças e não ficarem obsoletos. Por isso, vamos te apresentar 4 hábitos mortais que te impedem de vender todos os dias, para que você não corra o risco de cultivá-los e elimine-os de vez da sua vida, caso eles ainda estejam presentes na sua vida!

1 - Captação de clientes feita apenas em locais tradicionais

Muitos profissionais estão cada vez mais acomodados numa zona de conforto e em uma falsa sensação de segurança ou controle da situação. Com isso, agem baseados na ilusão do “eu sempre fiz assim e deu certo” e acabam ficando mais resistentes a inovar em sua forma de atuar, sobretudo, no que fiz respeito à captação de clientes. Como consequência, esta importante etapa do trabalho do corretor fica muitas vezes restrita ao que é comum, ao que todo mundo faz, ou seja, aos stands de vendas, padarias, semáforos, etc.

2 - Tentar vender sem construir um relacionamento

Mais do que nunca, o corretor precisa se preocupar em conquistar a confiança do cliente, em conhecer quem é o seu cliente e suas dores, a fim de entender as necessidades dele para ajudá-lo a comprar e não simplesmente querer vender a todo custo.

Quando o corretor se preocupa apenas em vender, ele reduz a sua visão e só consegue enxergar tijolo, parede, metragem, número de itens de lazer e não consegue transformar isso em valor para o cliente. Com isso, não consegue converter a sua relação em um atendimento único e customizado e acaba não vendendo tanto quanto gostaria.

3 - Abandonar o cliente depois da venda

Muitos corretores têm o hábito de abandonar o cliente após fechar uma venda, o que diminui a oportunidade de novos negócios com este cliente ou com pessoas ligadas a ele. Lembre-se sempre: venda é relacionamento.

A assinatura do contrato não significa o fim da sua relação com o cliente, ao contrário, significa a conclusão de uma etapa e a oportunidade de início de um novo ciclo de relacionamento que precisa ser alimentado constantemente, por meio de uma presença ativa e estratégica do corretor na vida dos clientes.

4 - Achar que venda é improviso

Quer vender muito e sempre? Entenda que venda é técnica e que é preciso estudar técnicas para aplicá-las dentro da realidade do mercado imobiliário.

Quando você domina a técnica, aquilo que era feito de maneira intuitiva, no improviso, passa a ser feito de forma consciente, isto é, o corretor passa a ter um processo que pode ser reaplicado e aprimorado continuamente. E aí não tem mais aquela história de atender 10 clientes para vender para um, sua conta passa a ser: para cada cliente atendido, uma venda realizada. A técnica te permite isso. 

Gostou da matéria? Compartilhe com seus contatos

Leia mais