Mercado imobiliário

BSP vai investir no mercado residencial

A empresa é conhecida por fazer transações com imóveis corporativos
BSP vai investir no mercado residencial

Divulgação - Exame

Com expectativa de retomada do setor de construção, a BSP, empresa de empreendimentos imobiliários da Bradesco Seguros, vai investir R$ 1,5 bilhão em 2018.

“Aceleramos agora porque prevemos um aquecimento da economia e cada edifício demora ao menos dois anos para ficar pronto. Queremos estar prontos para isso”, afirma o presidente, Octavio de Lazari Junior.

A empresa, que até hoje fazia transações com imóveis corporativos, vai entrar também no mercado residencial.

O primeiro projeto está em construção em São Paulo. Voltado ao público de alta renda, está localizado na Vila Nova Conceição e envolve investimentos de aproximadamente R$ 100 milhões. Há mais dois empreendimentos, ainda em fase preliminar: um no bairro da Bela Vista e outro em Perdizes.

“Não faremos só imóveis de alto padrão, vamos diversificar os lançamentos”, diz o executivo da seguradora.

A BSP pretende também ampliar a sua atuação no mercado corporativo. Nesse segmento, há dois projetos para 2018. A companhia pretende usar parte dos 854 imóveis sob sua gestão – a maioria agências do banco – para desenvolver torres que podem ser alugadas.

Até o fim deste ano, 96 imóveis que pertenciam ao HSBC serão incluídos no patrimônio.

Ainda em fase de concorrência, a Bradesco Seguros tem três empreendimentos built-to-suit, em que o imóvel é construído sob demanda das empresas.

“Ao menos um deles deverá sair em 2018”, diz. Cada um representa um investimento de cerca de R$ 500 milhões.

 

Raio – X

R$ 70,1 bilhões

foi o faturamento da companhia em 2016

R$ 4,287 bilhões

foi seu lucro líquido no ano passado

R$ 600 milhões

é a sua receita anual com aluguel de imóveis

 

 

Publicado originalmente por Folha de S.Paulo

 

 

 

Gostou da matéria? Compartilhe com seus contatos

Leia mais