Dicas para corretores

Como criar um site para corretor de imóveis?

Com a grande concorrência que há no mercado imobiliário, é preciso aparecer e apresentar um diferencial. Caso contrário, você pode acabar ficando para trás.

Como criar um site para corretor de imóveis?

“Quem não é visto, não é lembrado”. Essa frase pode ser um clichê, mas não à toa. Isso porque, com a grande concorrência que há no mercado imobiliário, é preciso aparecer e apresentar um diferencial. Caso contrário, você pode acabar ficando para trás.

Dito isso, é preciso entender que há diversas maneiras de posicionar sua marca corretamente no mercado: redes sociais, networking e até mesmo ações offline como entrega de cartões de visita ou panfletos (dependendo do seu público-alvo). Mas nenhuma dessas ações fará sentido se você não tiver um site para divulgar seus imóveis.

“Mas eu já tenho um site”, você pode dizer. E as perguntas que eu te faço são: você atualiza ele com constância? Ele é responsivo? Ele recebe visitas? Se você não souber me responder essas perguntas, talvez nós tenhamos um problema.

Por isso, hoje nós viemos te dar algumas dicas de como criar um site e mantê-lo eficiente e, o mais importante, funcional. Continue essa leitura para saber mais.

Mantenha suas informações atualizadas

Imagine a seguinte situação: um possível comprador encontra seu site no Google. Ele acessa, vê os imóveis e encontra uma opção perfeita para ele: com a quantidade exata de quartos, infraestrutura e um preço que cabe no bolso.

Ele vai até o formulário de contato, encontra seu telefone, mas ninguém atende. Então, ele envia um e-mail - que nunca é respondido.

Além de não realizar a compra, o possível cliente sairá decepcionado e frustrado com a situação. Por isso, não pense só em ter um domínio ativo, mas sim mantê-lo funcional, com informações de contato corretas e formulários que funcionem.

Use o Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta que te mostra diversos dados sobre o seu site. Com ele, é possível saber quantas visitas você teve, quantas impressões e perfil do usuário (por onde ele acessa, idade, localização, entre outras informações).

Com esses dados, você consegue elaborar estratégias de marketing, campanhas e até mesmo pensar em otimizar o seu site para melhorar a experiência do usuário.

Tenha um chatbot

Realmente é muito difícil estar sempre online para atender pedidos de orçamento ou agendamentos de visitas. Por isso, pense em contratar um chatbot. Empresas como Zendesk e Jivochat oferecem essa funcionalidade.

Assim, seu possível cliente não fica sem atendimento e você consegue entrar em contato com ele assim que possível. Legal, né?

Invista em boas fotos

Pense no seu site como seu escritório. Você jamais colocaria um móvel quebrado no meio da sua sala, não é mesmo? Ou até mesmo um sofá sujo para os clientes sentarem.

As fotos do seu site podem dar a impressão de capricho ou desleixo: tudo dependerá de como você vai dispor e criar as imagens. Tenha preferência por tirar fotos claras, com iluminação natural. Você não precisa de uma câmera profissional: apenas de um celular e algumas instruções.

Retire objetos pessoais dos cômodos e certifique-se de que esteja tudo perfeito. É assim que o cliente verá o imóvel pela primeira vez.

E então, gostou das dicas? O que acha de continuar se mantendo informado aqui no nosso blog?



Gostou da matéria? Compartilhe com seus contatos

Leia mais