Dicas para corretores

Economize dinheiro na sua imobiliária

Corte de gastos, diminuição no quadro de funcionários, será que essas ações são válidas?
Economize dinheiro na sua imobiliária

Estamos passando por um momento de instabilidade financeira no País onde para conseguir manter-se no mercado é preciso realizar algumas ações para economizar dinheiro. Muitos concentram esforços em algumas áreas cortando gastos, inclusive com funcionários. Outros preferem o risco de aplicar cortes no orçamento. Mas será que essas ações são realmente válidas?

Existem 3 aspectos que precisam ser avaliados antes de tomar a decisão para a economia de dinheiro na sua imobiliária, qualquer ação impensada pode gerar grande impacto, sendo assim um pouco mais difícil de se recuperar. São esses:

- Não compre, alugue

Se sua imobiliária tiver a opção de terceirizar serviços ou alugar o espaço do escritório, ao invés de manter uma sede própria, faça-o. Isso permitirá com que você concentre seus esforços em ações que lhe trarão grande retorno. Algumas imobiliárias já utilizam recursos como escritórios virtuais e espaços para co-working.

- Foco no ativo econômico

Ativo econômico são investimentos em práticas que movimentam o caixa da sua imobiliária. Por isso elas precisam ser concentradas em investimentos no setor mais lucrativo da empresa para que tragam bons resultados.

Por exemplo, se você trabalha melhor com vendas do que com aluguel, invista em ações voltadas para venda de imóveis e deixe a locação um pouco de lado. Dessa forma você limita seu raio de ação e diminui os gatos com negócios que não trazem o retorno esperado.

- Controle acirrado de dados

Quando se fala em ações para economizar dinheiro, a primeira coisa que geralmente sofre as consequências é a folha de pagamento. Porém, é preciso lembrar que esses cortes podem sim, significar uma perda de vantagem competitiva, ou seja, você pode perder seus melhores corretores, logo sua margem de vendas poderá cair drasticamente e ainda fará com que os demais se sintam desvalorizados.

 

 

 

Gostou da matéria? Compartilhe com seus contatos

Leia mais