Mercado imobiliário

Mercado imobiliário no norte do país continua aquecido

Quem deseja chegar em 2019 fazendo bons negócios e bons investimentos, esta pode ser a hora ideal
Mercado imobiliário no norte do país continua aquecido

Antônio Gonçalves

O ano de 2018, até o momento, está sendo de recuperação para o mercado imobiliário, com um número crescente de vendas por todo o país. E com o final de ano se aproximando, para quem deseja chegar em 2019 fazendo bons negócios e bons investimentos, esta pode ser a hora ideal, visto que o momento continua superaquecido e propenso às negociações.

Segundo o economista, Raimundo Casé, dois grandes fatores motivaram este crescimento do ramo imobiliário. “Os motivadores estão relacionados à entrada dos grandes bancos privados, como Itaú, Bradesco e Santander no mercado imobiliário, o que levou uma rápida queda da taxa de juros num nível um pouco maior de competição e também a Resolução nº 4676/2018 que ampliou o limite do valor do imóvel habitacional a ser financiado, dentre outros pontos que acabaram favorecendo a ampliação do crédito imobiliário que é tão importante para esse mercado”, explica.

A Região Norte disparou na frente com o maior percentual em vendas de 40,7%, segundo pesquisa realizada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em parceria com o Senai. Em segundo lugar, a Região Nordeste com 34,7%, o Sudeste se destaca em terceiro com 16,4%, o Centro-oeste com 6,7%, ficando o Sul com apenas 1,1%. Com a constante evolução do país, este momento para quem deseja realizar o sonho de morar na capital ou até mesmo investir em um empreendimento é muito propício.

Gostou da matéria? Compartilhe com seus contatos