Dicas para corretores

Razões para ser um corretor especializado

Entenda a importância que se especializar em avaliação pode trazer para a sua carreira
Razões para ser um corretor especializado

Você sabia que foi relativamente há pouco tempo que a atuação de corretores na avaliação imobiliária passou a ser legítima? Antes da resolução 957 (atual 1066), de 2006, a determinação do valor de um imóvel usando conhecimentos técnicos era feita apenas por peritos.

De lá pra cá, determinou-se que, para se tornar um corretor especializado, é preciso fazer um curso reconhecido pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis, além de apresentar determinados documentos – como a regularidade de inscrição junto ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis. Uma vez que aprovado, o corretor se torna um avaliador!

Mas por que o corretor deveria se especializar nessa área? Confira algumas razões.

- Tenha um diferencial

Mais do que apenas intermediar a compra e a venda de imóveis, o corretor passa a ter uma atuação mais ativa em prol do sucesso geral do processo. Isso faz com que ele saia na frente dos demais corretores que ainda nem pensaram em correr atrás desse tipo de especialização.

Um exemplo: Se um cliente decide vender seu imóvel e precisa decidir entre 2 corretores, é bem provável que ele dê preferência ao profissional que é especializado. Então, melhor garantir esse diferencial o quanto antes!

- Amplie suas possibilidades

A especialização pode aumentar de maneira geral suas oportunidades de negócio. Nesse caso, uma imobiliária pode se interessar por você justamente pelo seu conhecimento. Da mesma forma, os clientes passam a confiar mais em você do que nos demais profissionais.

Além de apenas intermediar os contratos imobiliários, você também pode oferecer serviços de balanço patrimonial e de inventário. Com isso, todo um novo nicho de mercado se abrirá pra você.

- Eleve seus ganhos

É claro que, com mais possibilidades de atuação no mercado, consequentemente também surgem mais oportunidades de trabalho e, assim, é possível elevar seus ganhos. O importante é perceber que, como o número de corretores avaliadores ainda é baixo, existe um nicho bastante promissor a ser explorado.

Gostou da matéria? Compartilhe com seus contatos